Vamos tirar dúvidas sobre o Câncer de Mama?

19 de outubro de 2018 32448

O mês de outubro recebeu o nome Outubro Rosa como forma de conscientização na prevenção ao Câncer de Mama. Mas você sabia que exatamente hoje é o dia internacional de combate à doença?

Conversamos com a mastologista Vanessa Pignataro e tiramos algumas dúvidas com ela. Olha que legal as informações importantes que ela dividiu conosco e que deixamos aqui pra todas vocês.

1.O câncer de mama é uma doença silenciosa?

O câncer de mama pode não apresentar sintomas em sua fase inicial, por isso é importante conhecer o seu corpo e procurar o médico ginecologista ou mastologista caso note alguma mudança recente como alterações na pele, nodulações, assimetrias ou inversão e secreção no mamilo. Além disso, manter os exames de rotina em dia é essencial para um diagnóstico precoce da doença.

2.E quanto aos sinas como líquido saindo do seio, pontinhos na mama etc?

A descarga papilar é um sintoma suspeito quando ocorre de forma espontânea (sem expressão do local) e com coloração transparente ou sanguinolenta. Sempre que isso ocorrer, é necessário procurar o seu mastologista.

3.Além do toque, o que mais a pessoa precisa fazer para monitorar?

O auto exame das mamas é indicado como forma de autoconhecimento. Você só perceberá alterações/mudanças nas mamas se conhecer o seu corpo.

Além disso, é imprescindível a visita anual ao ginecologista ou mastologista para ser examinada e realizar mamografia anual a partir dos 40 anos.

4.O que fazer de imediato ao detectar algo de anormal na mama? 

Procurar um médico mastologista que irá avaliar, examinar e solicitar os exames necessários.

5.Quais hábitos são ativos para um câncer de mama? 

Dentro dos fatores de risco evitáveis para o câncer de mama, temos a obesidade (principalmente na pós menopausa), alcoolismo, alimentação rica em gordura e hábitos não saudáveis. Sendo assim, o que podemos fazer para nos proteger é ter uma boa alimentação, realizar atividade física regular e evitar ingesta abusiva de bebidas alcoólicas.

6.É verdade que o sutiã utilizado também ajuda na doença? 

Esse é um dos mitos em relação a doença. O uso de sutiã apertado com bojos e arcos de ferro não causam câncer. Porém, devem ser evitados, pois aumentam a dor mamária que é uma das principais queixas benignas das mulheres no consultório.

7.Até quantas gerações da família pra trás determinam o potencial de uma pessoa a ter o câncer de mama?

O principal critério para avaliação de risco familiar é ter caso de câncer de mama de primeiro ou segundo grau diagnosticado com menos de 50 anos. Entretanto, é importante avisar seu médico se houver 2 ou mais familiares com câncer de mama do mesmo lado da família (materno ou paterno); câncer de mama na pós menopausa acometendo mãe, irmã ou filha; câncer de mama bilateral ou masculino em parente de primeiro grau e câncer de ovário em qualquer idade.

Vocês já viram que nossa coleção #PinkPower já está em todas as nossas lojas? Doaremos a metade do valor das vendas para o Cabelegria e o Instituto COI (Evolução em Oncologia). Entre você também nessa corrente do bem!

Posts relacionados